World Community Grid

Buscapé

Compare Produtos, Lojas e Preços

quarta-feira, 11 de julho de 2007

Um pedacinho.... continue a escrever, pois o faz muito bem!


A Girl asleep - Sir Matthew Arnold Bracy Smith
Era tarde da noite e todos já haviam se recolhido aos seus aposentos. Pelo silêncio e o adiantado da hora era inconfundível saber que toda a casa adormecera.

Lentamente deslizando as pernas sob o pesado edredom de algodão, ainda pensava se deveria ir confirmar aquele sono que se mostrava absoluto entre os moradores, quem sabe alguém ainda acordado para um último boa noite e talvez uma amistosa xícara de chá.

Não, a verdadeira intenção estava longe disso, era a tentativa de expulsar a insônia que a assolava há várias noites advinda de outras causas e nada a afastaria, apenas seria uma pequena e breve pausa para distrair a mente até ressurgirem todas as palpitações, dúvidas, anseios, desejos, calores que aprisionariam novamente à loucura daquele ser enigmático que entrara faz pouco tempo em sua vida.

Como uma bala perdida entra e se instala na vértebra cerebral, impossibilitando sua remoção, pois de certa maneira o encaixe preciso tornou-se parte integrando-se naturalmente, qualquer risco de remoção poderia danificar todo o sistema, e trazer conseqüências inimagináveis.

Mas, a pressão causada mantinha todos os nervos conscientes da sua presença forçada e intransigente. Tentava relembrar os fatos ocorridos desde o início daquele primeiro e absoluto encontro. Tentava reviver novamente o exato e mortal momento em que tudo havia mudado e mudado definitivamente seu ser. Breves momentos de raiva lhe passavam aos pensamentos: Maldita hora! Maldito homem! Maldito encontro! Mas, apenas rápidas chispadas de fogo e ódio, para, a seguir soltar-se e redimir-se inteiramente ao destino encontrado.

Monstruosa perturbação, doentia encontrava-se sua mente que não descansava e a todo instante arremetia-lhe aquele estranho. Estranho tão bem conhecido, tão bem entendido, tão bem desnudado inteiramente por ela. Víscera da sua víscera!

Ela

5 comentários:

Chris disse...

Excelentes palavras.

carla granja disse...

Olá1
Adorei o teu blog e tu do o k li está bom de maisssssss. parabéns.
Eu tmb tenho um blog com poemas de minha autoria e fotos minhas tmb se kiseres dá uma olhada e diz se gostas ou não.
http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt
nos links tmb tá o meu hi5 se kiseres dar uma olhada.
bjo
carla granja

Carlos Zev Solano disse...

Chris, muito obrigado pela visita!

Beijos.

Carlos Zev Solano disse...

Oi Carla,

obrigado querida, vou visitar seu blog sim!

Beijos.

isabella saes disse...

Olá! Obrigada pela visita em meu blog! Volte sempre. Ah! Adorei conhecer o seu! Isabella.